DESTAQUE

Diálogo Tapajós cumpre agenda sobre o AHE Jatobá em Jacareacanga

A equipe do Diálogo Tapajós esteve em Jacareacanga, entre os dias 3 e 6 de
setembro, para uma série de reuniões na cidade e com comunidades ribeirinhas.
Cumpriu interações na Prefeitura, Secretarias municipais (entre elas a de Assuntos
Indígenas, de Meio Ambiente, Obras, Saúde, Agricultura e Mineração), Câmara de
Vereadores, Colônia de Pescadores, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras
Rurais, Associação Comercial e Comunidades São Martins, Limão, Mamãe Anã e
Penedo.
O objetivo foi dialogar um pouco mais sobre o conteúdo do Boletim Voadeira
Jatobá, atualizar informações e responder as dúvidas sobre os impactos e as
contrapartidas que serão negociadas, caso o AHE Jatobá tenha aprovação dos
órgãos competentes.
O prefeito Raulien Queiroz recebeu a equipe do Diálogo e relatou que a
implantação de Polo Madeireiro para a exploração de madeira da Flona Crepori
tem como maior entrave a disponibilidade de energia. A cidade é abastecida por
uma termelétrica a diesel, administrada pela Celpa, com 1,4 MW, geração
considerada insuficiente para atender às novas demandas previstas.
Raulien acabou de passar a presidência do Consórcio Tapajós para a prefeita de
Itaituba, Eliene Nunes. E confirmou que vai para Brasília com outros prefeitos, para
negociar com os novos ministros os projetos em andamento para a região do
Tapajós.
Na Câmara Municipal de Jacareacanga o encontro reuniu 10 vereadores. Entre as
proposições apresentadas, a vereadora Edileuza Viana levantou a possibilidade de
se construir no município uma Pequena Central Hidrelétrica no rio Pacu, para
abastecer o futuro Polo Madeireiro e melhorar a qualidade do serviço prestado.
Seria uma possível contrapartida ao AHE Jatobá.
Publicação do Projeto Diálogo Tapajós de Comunicação e Interação
Social nos Estudos dos Aproveitamentos Hidrelétricos São Luiz do
Tapajós e Jatobá Publicação
QUESTÃO INDÍGENA
Com o secretário de Obras, José Francisco Vieira, um dos assuntos tratados foi a
questão indígena. Ele informou que o município planeja implantar um projeto de
sustentabilidade em Jacareacanga com a participação das comunidades indígenas.
Mas, segundo ele, é preciso apoio do governo federal e do futuro empreendedor.
Estavam presentes nessa reunião representantes das Secretarias de Saúde, Ação
Social, Meio Ambiente e Turismo, Agricultura e Mineração.
Na Secretaria de Assuntos Indígenas, o titular da pasta, Ivânio Alencar, reclamou
da burocracia para implantar programas de saúde, educação e habitação em
comunidades indígenas. O secretário citou como exemplo o Programa Minha Casa
Minha Vida. Ivânio Alencar disse que seria importante que esse tipo de benefício
fosse estendido a todas as comunidades.
Nos dias 5 e 6 de setembro, o Diálogo Tapajós realizou interações em comunidades
ribeirinhas de Jacareacanga. Em São Martins, constatou-se a chegada de novas
famílias. A líder comunitária Maria Cleonice Munduruku Braga demonstrou
preocupação com o cadastramento desses moradores, caso o leilão do AHE Jatobá
aconteça, mas ressaltou que eles participaram do levantamento fundiário, realizado
por solicitação da comunidade ao Grupo de Estudos Tapajós. No Limão, a comunidade
espera ser atendida pelo programa Luz para Todos.
Em Mamãe Anã, acontecia uma reunião com o Secretário de Obras, José Francisco
Vieira, para discutir a abertura de um novo ramal de acesso na BR 230, Rodovia
Transamazônica, para melhorar as condições de tráfego no local. Neste encontro,
ele falou sobre a importância dos comunitários acompanharem a evolução dos
estudos que envolvem ao AHE Jatobá e citou o trabalho do Diálogo Tapajós como
fonte de informação e esclarecimentos.
Em Penedo, onde a questão do garimpo é muito presente, foram pedidas mais
informações sobre as compensações para os que desenvolvem a atividade
garimpeira e outras atividades a ela relacionadas, que são de muita importância na
economia do Oeste do Pará.
O DT também visitou a Colônia de Pescadores, o Sindicato dos Trabalhadores e
Trabalhadoras Rurais (STTR) e a Associação Comercial e Industrial de
Jacareacanga (ACIJA), distribuindo a Voadeira Jatobá e prestando os
esclarecimentos sobre o estudos, impactos e contrapartidas.

VOLTAR

Outras notícias

16/11/2015 | 14:08

DIÁLOGO TAPAJÓS PROSSEGUE INTERAÇÕES EM ESCOLA E ENTIDADES DE JACAREACANGA E ITAITUBA

Para levar mais informações sobre as etapas do Licenciamento Ambiental do AHE Jatobá e do andamento dos estudos de impacto ambiental (EIA), a equipe do Diálogo Tapajós foi convidada a falar sobre o aproveitamento hidrelétrico, para professores e estudantes dos 1º, 2º e 3º anos letivos da Escola Estadual Brigadeiro Haroldo Coimbra Veloso, nos turnos [...]

CONTINUE LENDO
10/09/2015 | 21:38

Diálogo Tapajós cumpre nova agenda sobre o AHE São Luiz do Tapajós em Trairão e Itaituba

Entre 28 de agosto e 1 de setembro, a equipe do Diálogo Tapajós cumpriu agenda em Trairão, município com 12 mil km² e cerca de 16.500 habitantes, localizado a 70km de Itaituba, para dar continuidade às atividades desenvolvidas em campo. Aconteceram reuniões na Prefeitura e Câmara Municipal; em bairros urbanos, na comunidade Nova Esperança e [...]

CONTINUE LENDO
26/08/2015 | 14:36

Diálogo Tapajós lança publicação Voadeira Jatobá

Depois da publicação Voadeira São Luiz do Tapajós, distribuído nas prefeituras, escolas, comunidades, vilas, garimpos, sindicatos, associações, entidades empresariais e comerciais de Itaituba e Trairão, foi lançada uma edição exclusiva para o AHE Jatobá. Para facilitar a comunicação no trabalho de campo, desde o dia 21 de julho de 2015 a equipe do Diálogo Tapajós [...]

CONTINUE LENDO